Simulado: Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro - Edgar Morin (VUNESP)

Simulado: Os sete Saberes Necessários à Educação do Futuro - Edgar Morin (VUNESP)


1. (VUNESP/2013) Segundo Morin, o “ocaso do século XX deixou como herança contracorrentes regeneradoras”. Dentre elas, a contracorrente  _______________, que se manifesta de duas maneiras opostas: uma, pela busca da intensidade vivida; outra, pela busca da frugalidade e da temperança.
Assinale a alternativa que, de acordo com esse autor, preenche corretamente a lacuna do texto.

(A) de resistência à vida prosaica
(B) qualitativa
(C) de emancipação
(D) ecológica
(E) de resistência à primazia do consumo padronizado

2. (VUNESP/2013) Ao discutir a questão da consciência terrena, Morin faz menção à consciência espiritual da condição humana, que decorre do(a)

(A) exercício complexo do pensamento e que nos permite, ao mesmo tempo, criticar-­nos mutuamente, autocriticar-­nos e compreender-­nos mutuamente.
(B) reconhecimento da unidade na diversidade, segundo o qual, ainda que as pessoas sejam fisicamente diferentes, em essência, são iguais.
(C) união consubstancial com a biosfera, a fim de que seja possível habitar, com todos os seres mortais, a mesma esfera viva (biosfera).
(D) aceitação de uma realidade que transcende a natureza física das coisas, realidade metafísica que, para alguns, diz respeito a um ser ou princípio divino.
(E) responsabilidade e da solidariedade para com os filhos da Terra, ou seja, plantas, animais e quaisquer outras formas de vida terrena.

3. (VUNESP/2013) Ao tecer algumas considerações acerca das cegueiras do conhecimento, Morin afirma que a

(A) racionalidade é uma qualidade da qual a civilização ocidental tem o monopólio.
(B) racionalização, além de ser aberta, é a melhor proteção contra o erro e a ilusão.
(C) verdadeira racionalidade deve restringir-se ao caráter lógico da organização teórica.
(D) racionalização e a racionalidade são, na verdade, o mesmo fenômeno ou processo.
(E) racionalidade é o fruto do debate argumentado das ideias, e não a propriedade de um sistema de ideias.

4. (VUNESP/2013) A contracorrentes de resistência à vida prosaica puramente utilitária é uma das contracorrentes regeneradoras deixadas como herança pelo ocaso do século XX.
Segundo Morin, essa contracorrente

(A) caracteriza-se pelo acúmulo desenfreado de bens materiais, sob a ilusão de que a felicidade está na posse.
(B) possibilita ao homem apegar-se à qualidade em todos os campos, a começar pela qualidade de vida.
(C) opõe-se ao “reino do lucro”, conduzindo a humanidade à valorização das relações humanas e solidárias.
(D) é marcada pela preocupação ecológica, sobretudo diante do aumento das degradações e catástrofes naturais.
(E) manifesta-se pela busca da vida poética, dedicada ao amor, à admiração, à paixão, à festa.

5. (VUNESP/2013) Morin afirma que é “preciso aprender a enfrentar a incerteza, já que vivemos em uma época de mudanças, em que os valores são ambivalentes, em que tudo é ligado”. O autor afirma que “a educação do futuro deve voltar-se para as incertezas ligadas ao conhecimento”. Ao discutir essa questão, ele faz menção a um princípio de incerteza cérebro-mental, que

(A) decorre do processo de tradução/reconstrução próprio a todo conhecimento.
(B) advém da falta de autocrítica no processo de racionalidade.
(C) emana da impossibilidade humana de se atingir uma consciência integral.
(D) diz respeito a deficiências neurológicas que prejudicam a cognição.
(E) procede de lacunas no desenvolvimento da competência lógico-matemática.

6. (VUNESP/2013) De acordo com Morin, o “ocaso do século XX deixou como herança contracorrentes regeneradoras”. Dentre elas, a contracorrente _________________, que, em relação à invasão
do quantitativo e da uniformização generalizada, se apega à qualidade em todos os campos, a começar pela qualidade de vida.

Assinale a alternativa que, de acordo com esse autor, preenche corretamente a lacuna do texto.
(A) consumista
(B) de emancipação
(C) ecológica
(D) de resistência à vida prosaica
(E) qualitativa

7. (VUNESP/2013) Ao tecer algumas considerações acerca da relação entre indivíduo e sociedade, Morin afirma que o(a)

(A) democracia não pode existir onde há diversidade e antagonismos, já que tem por finalidade o bem comum.
(B) totalitarismo comporta a autolimitação do poder do Estado pela separação dos poderes e a garantia dos
direitos individuais.
(C) democracia é um regime político em que não há controle da máquina do poder pelos controlados, os cidadãos.
(D) totalitarismo possibilita que os indivíduos e a sociedade ajudem-se, desenvolvam-se e regulem-se mutuamente.
(E) democracia é mais do que um regime político, é a regeneração contínua de uma cadeia complexa e retroativa.

GABARITO

1 - E
2 - A
3 - E
4 - E
5 - A
6 - E
7 - E

Videos mais exibidos no Youtube

Loading...

REGISTRE-SE NO BLOG !

INSCREVA-SE PARA RECEBER AS NOVIDADES DO BLOG